Seja Reclamado

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Seja Reclamado

Mensagem por Nyx em Seg 3 Set - 16:55




Ficha de Reclamação

Se deseja ser reclamado você veio ao lugar certo Convidado
Se deseja ter um progenitor divino poste a ficha abaixo, porém não vão ser aceitas fichas para filhos de Zeus, Poseidon, e Hades já que estes necessitam de teste.

Ficha de Reclamação


Nome:
Idade:
Progenitor:
Motivo: [Minimo 2 linhas]
História: [Minimo 5 linhas]





créditos a Heltastic (Lilith) do TDN


Código:
<center><div style="width: 470px; background-color: #000000; padding: 10px; border-left: 25px solid #999999;"><link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=Junge' rel='stylesheet' type='text/css'>
<div style="width: 450px; padding: 10px;font-family: 'BernhardTango BT', serif; font-size: 25px; color: #999999; letter-spacing: 1px; text-transform:uppercase; "><center>Ficha de Reclamação</center></div>
<div style="width: 440px; background-color: #999999; padding: 10px; font-family: arial; font-size: 11px; color: #000000; text-align: justify; letter-spacing: 1px; border-left: 5px dotted #999999; line-height: 1.1; ">
Nome:
Idade:
Progenitor:
Motivo: [Minimo 2 linhas]
História: [Minimo 5 linhas]
</div>

<div style="width: 430px; padding: 20px; border-right: 5px dotted #999999; font-family: arial; font-size: 9px; color: #000; text-align: justify; line-height: 1.2; ">

<P></P>
[color=#333333]créditos a Heltastic (Lilith) do TDN[/color]</div></div></center>


Última edição por Nyx em Dom 14 Out - 22:52, editado 2 vez(es)



And I could belong to the night...
NYX | PERSONIFICATION OF NIGHT | ADM MASTER U.U
but I am the night
avatar
Nyx
Deuses Primordiais
Deuses Primordiais

Mensagens : 61
Data de inscrição : 20/07/2011
Idade : 21

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 1000000000000000
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://percy-12olimpianos.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Sunny C. Ligrand em Dom 16 Set - 13:11

Nome:
Sunny {Carolinne} Ligrand
Idade:
14 anos
Progenitor:
Tique
Motivo:
Eu gosto da deusa Tique apesar de não se achar tanto sobre ela como sobre alguns outros deuses, mas as poucas coisas que se acha sobre ela ao meu ver são interessantes e despertam meu interesse, sendo que não tenho esse mesmo interesse por deuses olimpianos, eu me sentiria honrada em ser filha de tal deusa apesar de alguns não lhe darem o devido valor.
História:
Eu nunca soube muito sobre muita coisa, principalmente quando era relacionado a mim ou a minha mãe, nunca conheci minha mãe e meu pai não estava nem um pouco disposto a falar sobre ela, então evitava ao máximo o assunto.
Ele a conheceu nos tempos de aposta, sim ele era um apostador, e em si tinha muita sorte mas como tudo tinha seus altos e baixos, sendo essa uma das poucas coisas que eu sabia não tinha como argumentar muito além do fato de que nove messes depois que eles se conheceram eu fui deixada na porta dele.
Alguns poderiam considerar algo muito ruim não ter uma mãe por perto mas em compensação ela me deu uma sorte sem igual...
avatar
Sunny C. Ligrand
Children of Tique
Children of Tique

Mensagens : 25
Data de inscrição : 13/09/2012
Idade : 19

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 1
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Nyx em Dom 16 Set - 16:40

Reclamada



And I could belong to the night...
NYX | PERSONIFICATION OF NIGHT | ADM MASTER U.U
but I am the night
avatar
Nyx
Deuses Primordiais
Deuses Primordiais

Mensagens : 61
Data de inscrição : 20/07/2011
Idade : 21

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 1000000000000000
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://percy-12olimpianos.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Willa Z. Löhnhoff em Sab 22 Set - 17:39

<.


Última edição por Willa Z. Löhnhoff em Dom 9 Mar - 14:57, editado 1 vez(es)
avatar
Willa Z. Löhnhoff
Children of Macária
Children of Macária

Estado Civil : Matando cachorro a grito
Mensagens : 5
Data de inscrição : 22/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Eos em Sab 22 Set - 17:53

Reclamada
avatar
Eos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 69
Data de inscrição : 20/07/2011
Idade : 22

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 100000000
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Taylor Fox em Seg 1 Out - 20:38

FICHA DE RECLAMAÇÃO


Nome:
Taylor Fox
Idade:
16 anos
Progenitor:
Ares
Motivo: Desejo ser reclamado por Ares pois ele é o deus supremo da guerra e da fúria, portanto desejaria ser filho de ares por sua características fortes, parecidas com as minhas.
História: Eu, Taylor Fox era um menino de 16 anos q vivia no interior de New York com minha mãe.
Um dia estávamos empilhando feno no celeiro, como não havia eletricidade no celeiro algumas velas estavam acessas.
quando nós tinhamos empilhado quase todo o feno, escutamos um barulho estrondoso e a porta se abriu.
Haviam duas bruxas com asas estranhas, então assustado falei:
- Quem são vocês e oque fazem aqui ?
Elas não responderão e partirão numa envestida para cima de minha mãe e arrancaram-lhe o coração, vendo aquela cena de maus-tratos com minha mãe segurei firmemente uma estaca de madeira na mão e ataqueis aquelas criaturas com uma raiva q havia tomado conta de mim, ao atacar uma delas com um golpe não muito certeiro, enquanto a outra me arranhou as costa, eu virei-me rapidamente e desferi outro golpe no peito duma delas q a fez virar pó. A outra vendo se sozinha regressou, então vendo que ela estava um pouco amedrontada lancei a estaca em seu peito, então ela caiu, ao cair corri até la e empurrei a estaca fazendo ela virar pó .
avatar
Taylor Fox
Indefinido
Indefinido

Mensagens : 1
Data de inscrição : 01/10/2012

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 1
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Eos em Qui 4 Out - 13:53

Reclamado, desculpe pela demora x.x
avatar
Eos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 69
Data de inscrição : 20/07/2011
Idade : 22

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 100000000
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Bela Sky em Seg 8 Out - 10:34

Nome:Bela Sky
Idade:15 anos
Progenitor:Afrodite
Motivo: O motivo? Fácil! Sou linda, fofa, maravilhosa, muito charmosa, simpática e amorosa, qualidades estas que só podem ser herdados por Afrodite, baby!
História: Era uma vez, uma linda garota que se chamava Bela, que como seu nome já diz, ela é linda. Aos 11 anos, Bela ganhou o título de "Misse São Miguel Mirim". Sua aura de beleza era mesma impressionante, com seus olhos verde-esmeraldas e o cabelo preto. Mesmo na hora de enfrentar seu primeiro monstro. Tudo começou em um dos seus concursos de beleza. Bela, assim que chegou para se trocar, cismou com uma nova adversário. Uma loira de olhos azuis. Não era linda como nossa protagonista, mas mesmo assim, charmosa. E o problema não era a inveja de Bela(Nem tanta!). Não! O problema veio depois, quando foi anunciada a décima conquista seguida de Bela. De tanta raiva, a loira começou a espumar pela boca. Suas pernas se transformaram: Uma de bronze, outra peluda. A pele empalideceu-se e os olhos ficaram vermelhos.
-Agora semideusa- Anunciou a monstra- Veremos quem é a mais bela.
Ela avançou contra mim. Sei que deveria ficar com medo, só que ela havia tocado em um assunto sagrado para Bela: a beleza.
"Quem ela acha que é para se achar a mais bela?!", pensei,"A madrasta da Branca de Neve?"
Bela ficou furiosa. Desviou do ataque do monstro e deu-lhe um tapa bem dado.
A criatura atacou de novo, e de novo Bela reagiu, dessa vez usando o salto do sapato em um chute lateral.
-Você ainda duvida de quem é a mais bela e a melhor lutadora, querida?- Disparei.
Catei um cinto de couro rosa da arara de roupas. Usei-o como chicote. Dei uma chicotada nas costas da garota-demoníaca, e mais outra, uma terceira bem dada, e uma quarta bem mais forte. Por último, agarrei os cabelos loiros da monstra pela raiz e disse ao ouvido da coisa:
-Ou você volta para o lugar de onde você veio, seja qual for, ou eu lhe mostro porquê sou conhecida como "a garota das garras de ferro". Vai por mim, não quer que eu use as minhas unhas.
A criatura virou sombras e sumiu. E eu? Desmaiei pelo esforço. Acordei em uma enfermaria, parecida com a de um acampamento de verão. Não admiti na hora, mas estava aterrorizada com a transformação da monstra. Parte de minha reação foi movida pelo horror. O desmaio foi por esse motivo também. Tentei levantar da cama, porém, um senhor numa cadeira de rodas me deteve.
-Melhor não, minha jovem- Disse-me.
-Onde...?
-No único lugar seguro para você.
-Mas... Como... Quem...
-Descanse. Por hora, é o melhor que você pode fazer. Mas, por via das dúvidas, meu nome é Quíron. Seja bem vinda ao Acampamento Meio-Sangue.
avatar
Bela Sky
Children of Afrodite
Children of Afrodite

Mensagens : 3
Data de inscrição : 08/10/2012
Idade : 17

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 4
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Jano em Seg 8 Out - 18:40

Reclamada !!! Bem vinda !
avatar
Jano
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 7
Data de inscrição : 26/10/2011

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 9999999999999999
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por April Nooren Lebrun em Ter 9 Out - 12:54

sweet dreams are made of this.
Sweet dreams are made of these Who am I to disagree? Travel the world and the seven seas Everybody's looking for something Some of them want to use you Some of them wanna get used by you Some of them want to abuse you Some of them want to be abused I wanna use you And abuse you I wanna know what's inside Movin' on, movin' on Movin' on, movin' on Movin' on, movin' on Movin' on!
Nome: April Nooren Lebrun
Idade: 16 anos
Progenitor: Érebo
Motivo:
Possuo afinidade com as trevas ou qualquer coisa interligada a elas, dentre meus deuses favoritos está Érebo e talvez por isso eu o tenha escolhido como progenitor, ele mostra o quão intrigante, misterioso e interessante pode ser o vácuo. Também pelo fato de lugares escuros ou locais como cemitérios serem agradáveis para mim.
História:

April sempre arrumou brigas por coisas simples e quase sem importância para os demais, mas ela sempre pensava o contrario de alguns sendo rotulada como do contra já que parecia nunca concordar com os outros e principalmente com sua mãe que foi com quem ela sempre morou em Los Angeles. A garota nunca teve conhecimento de quem era seu pai durante determinado tempo de sua vida, sempre tendo uma vida quase normal, pelo menos era assim para ela mesmo que os outros pensassem o oposto.
Ela sempre gostou de coisas que envolvessem as sombras, escuridão e tinha um estranho fascínio pelo espaço e principalmente pelo vácuo sem nem mesmo desconfiar que isso tivesse algo em comum com sua vida.
A mãe de April trabalhou como cientista e Astróloga por alguns longos anos, mas abandonou a profissão após descobrir sobre a gravides, muito mistério envolvia o pai de April e isso a levava a perguntar sobre o mesmo, mesmo que ele fosse um assunto proibido.
Ω Ω Ω Ω Ω Ω Ω
Los Angeles; 05:45 AM:
Acordei com o som do despertador já sabendo que em pouco tempo ouviria os passos da minha mãe pela escada, eram os últimos dias de aula e faltavam apenas três dias para o meu aniversário de 16 anos. Mexi-me na cama retirando o cobertor de cima do meu corpo e simplesmente o jogando no chão então sentando na cama. Não havia como dar uma desculpa para não ir á aula hoje.
Levantei em poucos minutos trocando de roupa e colocando uma roupa básica – Uma camiseta qualquer de banda que foi a primeira que vi em uma das gavetas do guarda roupa e colocando uma calça jeans azul escura e calçando um all star vermelho – peguei a mochila depois descendo as escadas apressadamente.
-Bom dia filha – Minha mãe se dirigiu a mim e eu simplesmente lhe dei um “bom dia” sem animo algum, nem sequer falei direito com ela e me dirigi em direção a porta saindo.
Havíamos brigado recentemente pelos mesmos motivos bobos de sempre, mas antes que eu me distanciasse demais de casa ela saiu pela porta me chamando de volta, apenas revirei os olhos e direcionei o olhar á ela.
-O que foi? – Perguntei sem expressar curiosidade alguma mantendo o mesmo tom frio de antes.
-Preciso que você me acompanhe a um lugar hoje, filha, não precisa ir á aula. – Se eu ainda não estivesse irritada com minha mãe eu expressaria a alegria que tomou conta de mim no momento.
Caminhei na direção dela novamente, eu não sabia aonde iriamos, mas só por não precisar ir a aula não importava. Só isso já era mais que ótimo.

Later... Los Angeles; 19:05 PM:
Silencio era o que se estabeleceu entre mim e minha mãe durante toda a viagem, não havia muito o que dizer a ela e se eu começasse a falar provavelmente ela esperaria que eu pedisse desculpas e isso era uma coisa que não iria acontecer já que eu dificilmente pedia desculpa mesmo que estivesse arrependida por algo eu nunca pediria nem em situações extremas.
O carro parou em frente a uma casa, eu particularmente nunca havia visto aquele lugar na vida. Desci do carro e olhei em direção ao céu que já havia adquirido a tonalidade escura anunciando a noite, voltei o olhar a casa em seguida.
Notei dois olhos brilhantes em meio a escuridão de uma das janelas, eles olhavam em direção ao carro e eram incrivelmente intimidadores, me lembravam um certo filme de terror que eu havia assistido certa vez. De repente em um piscar de olhos quem estava ali havia sumido.
Apenas ouvi alguns risos, vindos do telhado da casa e sussurro baixo “Pobre cria de Érebo” seguido de mais risos que me lembravam os de bruxas de filmes. Olhei na direção de minha mãe e ela pareceu inquieta.
-Entra no carro – Ela disse e sua voz soou não como um pedido, mas como uma ordem.
Assim que coloquei a uma das mãos sobre a maçaneta do carro prestes a obedece-la, senti uma dor aguda no ombro sentindo garras perfurando a minha pele e se distanciando dela novamente junto ao som de um bater de asas que não me era estranho, eu lembrava-me de te-lo ouvido várias vezes próximo ao meu quarto.
Me virei então vendo o que me ferira – Uma criatura como uma ave de rapina, que possuía um rosto e tronco de mulher, eu nunca havia visto algo parecido na vida, ela mostrava visivelmente garras e asas como as de um pássaro – Em questão de segundos meu corpo foi empurrado fortemente contra a lataria do carro sem nem sequer me dando tempo de reagir enquanto eu sentia suas garras voltando a perfurar meu corpo novamente, em seguida sentindo o liquido avermelhado escorrer pelo meu corpo e minha vista começando a embaçar devido a perda de sangue.
A criatura pareceu ser atingida por algo ou talvez eu estivesse vendo coisas devido a a quase perda de consciência não demorando muito para que eu desmaiasse.

Dias depois; Los Angeles; Good Samaritan Hospital; 09:15 AM:
Acordei meio desorientada, olhando as coisas ao redor, eu não estava em casa e meu corpo estava extremamente dolorido, e nele estavam as marcas de o que havia ocorrido fora realmente realidade.
-Filha... você acordou, temos muito o que conversar... - Minha mãe falou ao meu lado dando um suspiro me parecendo um pouco triste mas a conversa que veio a seguir foi muito esclarecedora.


• tagged: --
• notes: --
• credits: baby doll at ♥ etvdf!
avatar
April Nooren Lebrun
Indefinido
Indefinido

Mensagens : 15
Data de inscrição : 09/09/2012

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 1
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Jano em Ter 9 Out - 13:17

Bem vinda, ficha muito boa !!! Reclamada !!!
avatar
Jano
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 7
Data de inscrição : 26/10/2011

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 9999999999999999
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Ziggy Geisel Montecchio em Sab 13 Out - 9:28

Nome:
Ziggy Geisel Montecchio

Idade:
13

Progenitor:
Hefesto

Motivo:
Eu sempre fui interessado por Forjas, mas sempre fiquei só de olhar, gosto muito de Hefesto, pois ele é um Deus reconhecido, e merece o devido credito, também gosto de manejar armas, e já como meu futuro escolhido pai faz forjas, seria muito legal, então pensei muito bem, então escolhi ele por repeito, interesse e por as forjas.

História:

Sempre fui um garoto disciplinado, mas uma coisa sempre interferiu em minha vida, quem era meu pai, quando sempre ia para o assunto com minha mãe, ela fazia que não estava ouvindo, ou mesmo dizia que não era para eu tocar no assunto, mas eu precisava saber quem era o meu pai, minha mãe sempre dizia que ele era um grande homem, mas eu sempre achei ele um canalha por ter deixado minha mãe, na mesmas horas que fazia essa pergunta e não era respondido, eu sempre saia de casa, e ia direto para o parque, um lugar muito frequentado por pais e filhos, aquilo me deixava muito chateado, ver meninos brincando com seus pais, eu eu ali sozinho, com um odeio eterno do meu pai, não conseguia olhar para o rosto de ninguém ali, logo eu saiu do parque e vou direto para a quadra de Basquete, ao chegar lá, um menino muito encrenqueiro, começa a mexer dizendo que eu não merecia um pai, estava do lado de fora, mas logo abro a porta para entrar na quadra, e quando chego perto do menino, lhe dou um empurrão, que o faz cair no chão, logo o mesmo começa a ficar irritado, e tenta me dar um soco, mas eu me abaixo, e logo lhe dou uma rasteira, ele cai no chão batendo sua cabeça, outros meninos vem em minha direção, era outros dois, o primeiro tenta me dar um chute, mas eu seguro em seu pé, e faço-o girar no ar, fazendo cair também, e o segundo começa a me dar vários socos, quando um chega quase perto de meu rosto, seguro sua mão, e começo a apertar, fazendo ele começa a gritar, logo ele fica no chão segurando sua mão, e então eu falo.

-Sim eu não tenho pai, mas saiba que eu nem queria ter um, pois pais são piores que cachorros, que quando está em uma mulher, ou nó caso cadela, após a deixar grávida, vão para outra, e para mim isso não importa, fiquem com seus pais, espero que eles te decepcionem demais, e que vocês fiquem na pior.

Saiu dali com o capuz na cabeça, e ajeitando meus óculos, eu sou míope, e quando chego perto de casa, ao meu lado tinha uma moita, ou um arbusto, e eu vejo algo com chifres amostrando, eu logo lanço uma pedra, e o animal ou sei lá o que grita, mas espera só um segundo, animal não grita, ele berra, então chego mais perto do que estava atrás do arbusto, e logo o que vejo, uma pessoa metade humano, metade bode, parecia uma criatura mitológica, ou melhor dizendo, um sátiro, eu logo achei estranho por que aquele bicho estava ali, ou melhor, por que aquele bicho existia, ele é só da mitologia grega, não era para um sátiro existir, então logo me distancio dele, mas ele insiste em falar comigo.

-Ei garoto, o seu nome é Ziggy não é?Posso chamar você de Zi?Tá vou chamar você assim, eu sou um sátiro como já deve conhecer, eu fui mandado pelo seu pai, para te levar a o acampamento meio sangue, espero que você venha por boa vontade, estou um pouquinho com pressa, e não quero esperar.

-Mas, mas você não deve existir, ha já sei, eu devo ter batido minha cabeça quando estava brigando com aqueles meninos, e de repente estou tendo delírios, ótimo, agora só falta aparecer Hidras por aqui.

-Hidras?Hidras?Não deseje isso garoto, é morte certeira, mas voltando a nosso assunto, pegue suas malas que eu vim levar a o Acampamento Meio-Sangue, meu nome é Lift, e espero que esteja pronto para ver seu pai.

-Meu pai?Meu pai?Diga aquele homem que eu não quero nada com ele, e que ele vá pro inferno, que se ele quisesse algo comigo, ele tinha ficado comigo, e não teria ido procurar outras mulheres, você sabe o quanto eu sofro vendo outras crianças com seus pais, e eu sozinho?Você sabe?

-Não se preocupe garoto, isso passa, mas vamos logo, não temos tempo.

Logo eu vou em direção a minha casa, e o sátiro começa a me seguir, isso já estava ficando enjoado, eu dou um chega pra lá nele e logo digo, "Vaza", eu não queria nada com ele, nem com a pessoa que era meu pai, mas quando eu entrei em meu quarto pensei, eu vou conhecer aquele homem, e depois lhe dizer algumas coisas que estão em meu pensamento por anos, agora ele vai saber quem é seu filho, e o monstro que ele conservou pro anos, o filho disciplinado, mal, calculista, frio, e estrategista que ele sempre quis, se isso foi sua intenção, foi o que ele quis, arrumo minhas coisas, e coloco dentro de uma mala, e logo escrevo um bilhete para minha mãe, e após sair da minha casa, vamos direto para esse Acampamento Meio-Sangue, chegamos, agora teremos uma nova vida.
avatar
Ziggy Geisel Montecchio
Children of Hefesto
Children of Hefesto

Mensagens : 5
Data de inscrição : 13/10/2012

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 10
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Eos em Sab 13 Out - 12:07

Gostei da ficha, na minha opinião está muito boa.
Aprovado
avatar
Eos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 69
Data de inscrição : 20/07/2011
Idade : 22

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 100000000
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Felipe Wikky Jackson em Dom 14 Out - 23:08

Nome: Felipe Wikky Jackson
Idade: 15 anos
Progenitor: Nyx
Motivo: Eu me dou bem com esta Deus em todos os outros foruns e não acho que aqui seja diferente... Eu gosto muito de ficar vendo a lua pois acho que olhando para ela consigo ter paz e pensar melhor e como a lua trás a noite, me dou muito bem com a deusa Nyx. Por isso desejo ser filho dela..
História: Meu nome é Felipe Wikky Jackson, tenho 15 anos. O nome de meu pai era Fernando Wikky Jackson, o nome de minha mãe eu nunca soube até o que ocorreu hoje...
Já era noite, eu estava dentro do carro com meu pai, ele estava conversando comigo sobre meus estudo quando sem perceber, ele atropela algo... era um jovem de mais ou menos 14 anos, vistia uma camisa completamente vermelha com uns detalhes na frente, uma calça jeans e um sapato social. Meu pai carrega o jovem e coloca no carro para levar pro médico, mas o carro não queria funcionar, foi quando eu vi algo acima da montanha, tinha algumas luzes, como velas no local, falo com meu pai e rapidamente fomos para este local, no entanto era um perigo total. Enquanto estava-mos, estando ainda um pouco longe do local, aparece 2 mulheres de mais ou menos 25 anos, logo apareceram 2 asas das costas das duas, elas começaram a voar e logo amostraram suas garras, como eu já gostava um pouco de mitologia, logo vi que era uma harpia. Eu não sabia nem meu pai, rapidamente as harpias começaram a atacar, o jovem começa a acordar, ele pega o colar que estava no pescoço dele e transforma em um arco e me entrega, ele diz que se eu puxar a corda como se fosse uma flecha, a flecha iria aparecer. Rapidamente puxo e lanço uma flecha contra uma harpia, no entanto ela conseguiu se defender dela e me atacou, meu pai pulou na minha frente e acabou morrendo com as garras da harpia, eu com muita raiva lancei 3 flechas usando o arco do garoto desconhecido, uma agarrou na harpia que atacou meu pai e com isso elas ficaram furiosas, o jovem que já estava conseguindo se levantar fala que o único jeito era agente correr até o acampamento, eu não pensei 2 vezes e fui com ele deixando o corpo de meu ali. Chorando ainda, corro para dentro do acampamento e lá avisto varias pessoas ,dentre umas delas vem um homem com a parte de cima do corpo de humano e a parte de baixo, de um cavalo. Ele se apresenta com o nome de Quíron, ele pergunta quem são meus pais, falo que minha mãe eu nunca conheci e meu pai está morto. Ele olha pro jovem desconhecido e pede para eu ir com ele, era um lugar onde tinha uma fogueira no centro. Eu entrego o arco ao jovem desconhecido e sigo para onde 'Quíron' estava indo. Logo que chego perto da fogueira aparece um simbolo acima da minha cabeça, 'Quíron' olha pra mim, dar uma risada disfarçada e diz que minha mãe era uma mulher chamada Nyx, eu já sabia um pouco sobre ela, pois gostava de Mitologias, mas ele me contou tudo sobre ela e dos outros deuses, também me contou sobre o acampamento, os 'sátiros' e todos outros monstros que existem.Ele me leva para um local era como um grande quarto. Ele fala que eu podia dormir naquele local, onde tinha uma cama vazia e desde então moro lá.
Essa é minha história
avatar
Felipe Wikky Jackson
Indefinido
Indefinido

Mensagens : 1
Data de inscrição : 14/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Anne O'Donnel em Dom 14 Out - 23:59

Nome: Anne O'Donnel

Idade: 15 anos

Progenitor: Atena

Motivo: Alem de eu me achar bem racional, eu acho que é a deusa que eu mais me identifico, pois sempre penso antes de agir, preferindo sempre a estratégia e a sabedoria do que a força bruta.

História:
Eu sou Anne O'Donnel, tenho 15 anos e uma vida nada normal. Perdi meu pai em um desastre de avião, quando tinha 7 anos. Ele era piloto de avião de caça e em um pequeno deslize... Ele não voltou mais. Nós eramos muito próximos e foi dificil aceitar sua morte. Minha única fuga sempre foi um papel e uma caneta. Eu tinha herdado isso do meu pai. Uma imaginação fértil e uma vontade de contar histórias.
Morei com a minha tia paterna desde o acidente. Ela é super legal. Sempre me apoiando e me ajudando. Como uma mãe para mim. Já a minha verdadeira mãe... Não sabia nada dela. Sempre que perguntara ao meu pai ele sempre mudava de assunto. Ou falava frases curtas e frias. "Sua mãe era muito bela" e " E muito inteligente." Mas não passava disso. Ele não me contava como ela era nem fisicamente nem na personalidade. Já minha tia afirma nunca te-la visto.
Então minha vida sempre foi assim. Mortes, criações, "tédio" e mistérios que só são desvendados aos pouco quando chego em um lugar chamado de Acampamento meio Sangue, onde todos afirmam que eu sou uma semideusa. Será?
avatar
Anne O'Donnel
Children of Athena
Children of Athena

Mensagens : 1
Data de inscrição : 14/10/2012
Idade : 20
Localização : EUA

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 1
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Nyx em Seg 15 Out - 0:07

Reclamada, bem vinda filha de Atena.



And I could belong to the night...
NYX | PERSONIFICATION OF NIGHT | ADM MASTER U.U
but I am the night
avatar
Nyx
Deuses Primordiais
Deuses Primordiais

Mensagens : 61
Data de inscrição : 20/07/2011
Idade : 21

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 1000000000000000
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://percy-12olimpianos.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Richard R. Hawking em Seg 15 Out - 14:07

Nome: Richard R. Hawking

Idade: 15 anos

Progenitor: Éolo

Motivo: Essa é fácil, Éolo é o senhor dos ventos e eu me sinto bem em relação a isso, gosto de estar em contato com o vento sinto que ele me fortalece. Na minha humilde opinião Éolo é um grande cara mesmo não sendo um dos principais deuses. Esses são alguns motivos pelo qual desejo tanto ser filho do Senhor dos Ventos.

História:
Era somente mais uma manhã como outra qualquer desde que o jovem Richard havia nascido há exatamente 15 anos atrás, aquela mesma monotonia e simplicidade estava novamente se repetindo ao passar do tempo.
Após se levantar com o cabelo desgrenhado, os olhos ainda meio fechados o jovem se dirige diretamente para a janela do seu quarto que ficava no segundo piso da casa onde morava apenas com sua mãe, ele abre a janela e então sente aquela pequena rajada de vento tocar seu rosto, fazendo com que seu rosto mudasse completamente de expressão agora demonstrando alegria e conforto -Bom dia!- foram às únicas palavras que saíram de sua boca jogadas para o vento, após algum tempo ali parado o garoto resolve se lavar para poder ir tomar café, já que sua mãe o estava chamando.
Já na mesa após minha mãe me dar parabéns pelo aniversário o jovem é surpreendido por um assunto que durante anos não havia sido tocado dentro daquela casa, o seu pai. Desde que era pequeno, sua mãe nunca havia lhe dito nada sobre seu pai somente que ele havia ido embora, para outra cidade por causa de seu trabalho que era totalmente importante, mas é claro aquilo não era verdade afinal o jovem percebia que sua mão estava mentindo, mas não gostava de ficar insistindo já que sua mãe ficava muito mal quando tocava nesse assunto.
Aquele assunto estava sendo realmente estranho, então Richard fica totalmente chocado quando escuta quem realmente é seu pai –Como assim Éolo? Meu pai é um Deus?- aquelas palavras saíram ao meio de soluços e lagrimas que agora escorriam de seus olhos vendo que sua mãe já estava a chorar, a media que sua mão ia lhe explicando a história o garoto ia ficando um pouco mais convencido, mas tudo ainda era muito recente para ele concordar com toda aquela loucura.
Sua mãe resolve lhe levar aonde seu pai havia mandado que ela o levasse quando completa-se 15 anos, a um lugar onde era chamado de acampamento meio-sangue, assim que eles chegam sua mãe lhe entrega uma mochila onde havia algumas roupas ela manda então que ele vá em frente que naquele lugar ele iria encontrar mais resposta e para que ele há perdoe algum dia, assim ela lhe da um beijo entra no carro e volta para sua casa, o jovem Richard ainda em choque e meio em lagrimas vai em direção ao acampamento onde ele começara uma nova vida, agora como um meio-sangue.
avatar
Richard R. Hawking
Children of Éolo
Children of Éolo

Mensagens : 3
Data de inscrição : 14/10/2012

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 1
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Jano em Seg 15 Out - 16:09

Reclamado ! Bem vindo filho do Senhor dos Ventos, Éolo



Love is the meeting.
The separation.
It's a transparent peace of cloth.
Osorezan Revoir
avatar
Jano
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 7
Data de inscrição : 26/10/2011

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 9999999999999999
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Jane Grey Jepsen em Qua 24 Out - 17:41


Ficha de Reclamação


Nome: Jane Grey Jepsen
Idade: 13
Progenitor: Dionísio

Motivo: Gostaria de ser filha do Dionísio , pois adoro tudo que está relacionado a uvas (sucos,vinhos-sem alcool,tortas,etc.) e confesso que sempre gostei de festas.Sem falar que graças a minha timidez ,que me impedi de ser louca (mas sempre tenho ideias loucas.)

História: Jane tem apenas 13 anos e sempre tem problemas com sua mãe , ela fala que vê monstros mas sua mãe não aceita o que ela diz.Ela sempre quis entender o porque tudo aquilo acontece em sua vida.Na escola ela enfrentara diversas fúrias , em qualquer lugar que estara sempre via um minotauro ou algum cão infernal.
A garota estava cansada de tudo aquilo que estava passando, então ela fugiu de casa.Com o tempo que estava morando nas ruas ela achou o caminho do acampamento graças a um semi-deus que estava em missão.
Passara um mês e nada dela descobrir sobre o seu progenitor, e numa bela tarde quando ela estava comendo algumas uvas , ela viu um simbolo de cachos de uva acima de sua cabeça.Ela ficou muito feliz e então foi para casa grande contar a Quíron , mas ele estava ausente e viu o Dionísio , seu pai olimpiano.





créditos a Heltastic (Lilith) do TDN
avatar
Jane Grey Jepsen
Children of Dionísio
Children of Dionísio

Mensagens : 2
Data de inscrição : 24/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Eos em Qua 24 Out - 17:47

Reclamada.
avatar
Eos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 69
Data de inscrição : 20/07/2011
Idade : 22

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 100000000
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Lillyth Harmon Everdeen em Qui 25 Out - 20:24


Ficha de Reclamação


Nome: Lyllith Harmon Everdeen

Idade: 17 anos

Progenitor: Éris

Motivo: Os meus motivos para desejar ser filha de Éris são bem simples, primeiro, por ela ser uma das minhas deusas favoritas e principalmente por ser a deusa da discórdia que é uma das coisas que mais me chama a atenção principalmente por estar relacionada a guerra de tróia.

História: Provavelmente na visão de muitos, mitos não são nada mais do que lenda criadas como uma forma de alienação indireta da sociedade, ou para alguns nem isso. Bom, eu também pensava dessa forma, além disso minha vida não era difícil apesar de alguns detalhes como o de que eu não fazia ideia de quem era a minha mãe, e de inicio não estava nem um pouco interessada nisso já que no meu conceito alguém que havia me deixado na porta da casa do meu pai quando eu tinha apenas poucos dias não merecia o meu respeito, muito menos a minha atenção.
Minha vida pode até ter mudado depois que tudo que passei, ser perseguida por monstros as vésperas do meu aniversário de 16 anos talvez tenha mudado completamente o meu conceito do que é real e do que não é real, porém muitas coisas na minha personalidade continuaram as mesmas já que sempre fui fã de brigas e causar intrigas entre pessoas me pareceu sempre interessante, eu poderia ser apenas uma garota um pouco malvada mas ao descobrir quem era minha mãe tudo começou a fazer um certo sentido.

OFF: Preguiça resultou nessa ficha. e-e





créditos a Heltastic (Lilith) do TDN
avatar
Lillyth Harmon Everdeen
Indefinido
Indefinido

Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Lissa em Qui 25 Out - 20:33

Reclamada, seja bem vinda cria de Éris.
Se tiver qualquer dúvida contate um dos membros da Staff.


Goddess of Madness
• "Somebody mixed my medicine, I don't know what I'm on...Somebody is in my head again" •
avatar
Lissa
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 50
Data de inscrição : 12/09/2012

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 1
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Sophie D. Croft em Dom 28 Out - 20:37


Ficha de Reclamação


Nome: Sophie [DiNozzo] Croft

Idade: 15

Progenitor: Aphrodite

Motivo: Bá, óbvio pra todos que a deusa esbanja amor, sensualidade e beleza. Todo
mundo sabe que ela é capaz de seduzir à todos do Olimpo (e de fora dele também -q). Mas ela vai além de um rosto bonito e um corpo sexy, ela sempre transmite segurança, confiança, capacidade... E é isso que procuro sendo filha dela, ser capaz de ter certeza do que procuro, de mostrar que ser bonita não é sinônimo de ser fraca, de simplesmente deixar claro que não sou só uma garotinha fofa, mas que sou completamente capaz de esmagar qualquer um no campo de batalha sem quebrar as unhas nem estragar o penteado!

História: Deixe-me contar o que aconteceu comigo. Desde que me entendo por gente, moro no apartamento de meu pai, que é casado com uma vadia chamada Margareth Reid, que tem um filho demoniado chamado Kurt. Ele casou com essa coisa dois anos depois de eu ter nascido, e ela me "acolheu" em seu ninho com o Cuco (não sei se sabe, mas o cuco empurra os outros filhotes do ninho) do Kurt, três anos mais velho. Claro, minha vida virou um inferno desde então. Meu pai dava atenção a Margareth e eu ficava com Kurt, que me obrigava quase sempre a fazer coisas como arrumar os brinquedos dele e (ew) beijar seus pés. Sempre tive medo dele, mais até do que das coisas esquisitas que sempre me perseguiram e eventualmente machucaram, e fazíamos sem reclamar. Se comentássemos com o papai, Kurt desmentiria e Marge defenderia ele, fazendo meu pai xingar-me, não a ele, então isso era inútil. E tudo era culpa minha. Até as coisas normais, como deixar a toalha molhada (Kurt) na cama (no quarto do Kurt) ou o leite fora da geladeira, ou coisas estranhas, como deixar uma coisa grandona que nós não sabemos até hoje o que é derrubar Margareth no chão. Minha vida até os quinze anos foi assim, Kurt abusando de mim, Margareth me xingando, meu pai não fazendo nada e seres esquisitos me perseguindo. O cúmulo foi quando Kurt me forçou a ser a putinha particular dele, e fomos ao parque para ele se encontrar com os amigos. Eles estavam lá, passando a mão em mim enquanto eu não podia fazer nada, quando do nada, apareceu uma moça linda, vestida belamente, que olhava com raiva para os garotos, que sequer pararam o que estavam fazendo, até ela dizer:

- Parem com isso, garotos. Agora.

Eles começaram a rir, e a raiva pareceu aumentar nos olhos da moça, que cerrou os punhos e disse, entredentes:

- Vocês tem três segundos. Um, dois... Três. - Subitamente, a risada dos garotos cessou, dando lugar a uma tosse frenética e em seguida a um desmaio.

Eu não tinha certeza se agradecia ou corria de medo, mas optei pela primeira opção. Me aproximei cautelosamente e algo fez com que eu me abaixasse levemente, como uma reverência mínima, e dissesse:

- Muito obrigada, senhora.

Ela riu um pouco e disse, com um quê de impaciência na voz:

- Então é assim que aquele acéfalo que você chama de pai cuida de você? Deixando um garoto simplesmente abusar de você e uma mortal que nem é tão bonita assim cegar-lhe os olhos?! Mas ah, ele vai ouvir enquanto você arruma as malas, se vai.

Em seguida, começou a sutilmente me guiar em direção a nossa cada (que ficava à pouco dali). Estava chocada demais para dizer algo. Quem era essa mulher mais que sensacional que me havia tirado das mãos do vadio do meu meio-irmão e possivelmente da mala da mãe dele? E quem era ela, para simplesmente chegar e dizer "Faça as malas que eu vou dar um sermão no seu pai"? Amei!
Logo chegamos em casa, e eu ainda não tinha aberto a boca. A moça também não falou nada, e demostrava apenas confiança e animação. Abrimos a porta e logo o circo estava armado.

Meu pai estava lendo o jornal na sala e olhou para nós, quando simplesmente travou. Travou, como se estivesse olhando pra algo completamente inacreditável. E, pelo visto era mesmo.

- VOCÊ!- Ele gritou, apontando para ela.

- Linda, sexy e deusa como sempre.- Ela disse, dando de ombros. Ela disse deusa?

- Como você pôde? Simplesmente me deixar sozinho para criar essa criança? Não sei o que seria de mim sem Margareth e Kurt para me ajudarem a cuidar dela!

- Margareth? Aquela mortal que sempre te virou contra sua própria filha e sempre pegou o dinheiro que era para Sophie e gastou consigo mesma? Kurt, o maldito que nesse momento estava abusando da sua filha com os amigos e vem fazendo isso desde que ela se entende por gente? Pára com isso, você nunca cuidou dela.

Meu pai estava chocado, mas eu, rápida (como o vento -q) recuperei a fala:

- Isso é verdade, mas como a senhora sabe? - Perguntei, enquanto encarava meu pai acusadoramente.

- Oh, não, senhora não, por favor. Me chame de mãe, mamãe, mommy, até mãezona, mas não de senhora. E, me apresentando, já que obviamente o quadrúpede ali não lhes contou nada. Eu sou Aphrodite, a deusa do amor, da beleza e de tudo o mais. Ah, e é, a sua mãe.

Tá, aí minha mente meio que desligou. Minha mãe. Deusa. MINHA MÃE, UMA DEUSA. Impossible! Só me lembro de borrões, Margareth chegando, gritando, meu pai gritando com ela e com alguém que era minha mãe e possivelmente uma deusa, Marge gritando mais ainda, eu indo arrumar as malas e pegando tudo que era meu (pelo menos as roupas que eu tinha eram bonitinhas), indo para a sala, Kurt chegando, meu pai brigando com ele muito e Aphrodite se despedindo e arrastando-me para a rua. Entramos num beco e ela falou umas coisas estranhas, jogando uma moedona de ouro (eu acho) no chão. Surgiu um taxi esquisitamente cinza e ela pareceu dar umas informação à motorista (ou às .-.). Me empurrou para dentro do carro e disse algo como "Adeus, filhinha, você terá qualquer informação quando chegar! Beijos e Mordidas!".

E agora cá estou eu num carro dirigido por velhas loucas com um olho só, para um tal de Acampamento Meio-Sangue. Talvez fique tudo mais normal por lá, né, sei lá.






créditos a Heltastic (Lilith) do TDN
avatar
Sophie D. Croft
Children of Afrodite
Children of Afrodite

Mensagens : 1
Data de inscrição : 28/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Eos em Dom 28 Out - 20:42

Reclamada, bem vinda filha de Afrodite.
avatar
Eos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 69
Data de inscrição : 20/07/2011
Idade : 22

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 100000000
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Son W. Greymore em Seg 29 Out - 18:19

Nome: Son W. Greymore
Idade: 17
Progenitor: Hermes - O Mensageiro dos deuses .
Motivo: Além do fato de sempre ter me identificado com tal façanha semelhante a do Deus ( Traiçoeiro , etc.. ) , acredito que posso me tornar um ótimo semi-deus na companhia de tal DNA .
História:
Minha vida é baseada simples, tudo bem vai ... Talvez não tão simples quanto eu acho. Minha mãe cujo classe média/alta trabalha numa empresa de jogos eletrônicos ( talvez seja por isso que chegam dezenas e dezenas de aparelhos eletrônicos por mês ), meu pai cujo nos abandou ainda estava na barriga de minha mãe, nunca mais nos contatou, muito menos ligou para saber o que está acontecendo ( apesar de agora tudo ter mudado de forma tão repentina ) . Moramos numa casa simples em Nova York, cujo fica o Ginásio denominado ' Palas ' o qual me formei em ginasta e ganhei dezenas de medalhas/troféus de ouro.
Sempre amei o fato de poder saltar e me dobrar em um ginásio, me dedico tanto ao esporte quanto aos denominados ' Games ' da internet/Video-games .
Foi no dia 29/10 que minha vida mudou repentinamente. Meu amigo apelidado ' Mancada ' pelo fato de ter deficiência física, na realidade é um ' Sátiro ' que me trouxe para um acampamento cujo habitam vários irmãos/primos meus . Tudo foi muito estranho e repentino, tentarei resumir o que eu lembro ...
Eram 25 Horas antes do grande dia da apresentação para o troféu mais importante de minha vida. O ' Rize Worlds ' , apenas quem possui 7 troféis dourados pode participar. E ali estava eu, na companhia de meu amigo Luke conhecido como ' Mancada ' ( como dito um pouco antes ) no ginásio cujo o grande dia seria recebido, arquibancadas e decorações ( cujo não conseguia identificar sem dificuldade diante meu defict de atenção ).
Meu corpo totalmente transpirando devido o fato de ter treinado alguns minutos antes no objeto chamado ' cavalinho ' para poder me acostumar com o local da premiação.
Já fazia alguns dias cujo ele tentava me convencer sobre o fato de meu pai ser um Deus e de minha mãe ter namorado um Deus . Como de costume eu o ignorava, ou pelo menos fingia dar atenção.
Neste mesmo dia eu lembro que meu coração bateu numa velocidade imensa, que foi minutos depois dele contar a tal mentirinha dele, cujo ele tirou suas calças e de fato ele tinham pernas engraçadas. Eram muito peludas e tinham cascos. Ok a história era verdadeira, porém eu senti uma enorme pancada na cabeça assim que senti o aroma semelhante ao perfume de minha mãe se aproximar de mim.
Até eu conseguir me levantar de um lugar confortavel, cujo eu gostaria de dormir eternamente, estaria na presença de meu amigo, dessa vez com um uniforme diferente e com um punham em sua cintura. Foi quando acordei no grandioso " Acampamento meio-sangue " . O Qual tentarei dar continuação a minha vida neste lugar misterioso .
avatar
Son W. Greymore
Children of Hermes
Children of Hermes

Estado Civil : Forever Alone
Mensagens : 5
Data de inscrição : 29/10/2012

Ficha do personagem
Atributos:
Nível: 16
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja Reclamado

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum